Uma senhora respeitável.

A facinha.
setembro 5, 2013
A vadia (Nunca fui santa)
setembro 9, 2013

Uma senhora respeitável.

peacock

Quem olha vê uma senhora sempre bem elegante, arrumada, com bolsa de grife, maquiada e bem penteada. Os sapatos também são de grife; não chega ser perua, mas já foi. Deve ter lá pelos sessenta e poucos anos e, quando sai do carro exalando aquele perfume, que usa em demasia, deixando todos tontos, é super reverenciada pelos porteiros e valets.

Quem vê aquele andar de modelo entrando nas lojas, botando banca de queixo empinado, acha que se trata de uma senhora respeitável, de uma pessoa educada e gentil que trata bem a todos.

Eu, que a conheci, até concordo com aquela máxima de que imagem é tudo, mas neste caso, trata-se apenas de aparência externa, pois a aparência interna é horrível e assustadora.

A senhora respeitável não é tão respeitável assim e apronta e atira para todos os lados, não fazendo distinção entre família, amigos ou estranhos que conhece, sem falar nos clientes com quem negocia. No seu dicionário não existe a palavra caráter, e mente indiscriminadamente; mentir é a sua normalidade, assim como enganar também faz parte do seu estoque de maldades.

Assim, ela vai subindo e galgando determinadas posições, sem culpa, enquanto pisa na cabeça dos outros. Mas não estamos sós no universo e colhemos o que semeamos. Da mesma forma como acontece em filme policial, no final o bandido é sempre apanhado.

E com a senhora respeitável não será diferente, um dia a máscara cai.

Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

//]]>