Mulher estepe.
maio 8, 2013
Uma vida arejada.
maio 13, 2013

O provedor.

labios

Dinheiro é um fator fundamental em todas situações que vivemos. Mas as vezes o dinheiro perde bastante seu rumo e é mal empregado, ele corrompe, ele escraviza, ele humilha entre muitos outros desvios, saindo de sua real função e utilidade. Infelizmente nas relações humanas e no casamento ele tem um peso bem forte.

Depois de escrever bastante sobre leis e casamentos, cheguei a um beco sem saída, em que o dinheiro é o grande responsável pela derrocada da instituição casamento. Dezenas, centenas, milhares e milhões de casamentos não funcionam, param de funcionar, mas o casal não se separa.

Essas mulheres não querem perder a condição social e o patamar alto que alcançaram em função de ter um provedor/marido que lhes sustente. Essa conversa que não separa, em função de filhos, ou da família é tudo blá blá blá. Não separa pra não perder o status e o din din. Então o que acontece, muitas começam a comer desesperadamente e engordam, outras começam a beber e/ou se drogar licita ou ilicitamente, outras arrumam amantes e os trocam incessantemente, outras ficam só falando mal da vida dos outros e por ai vai num sem fim de desvios.

Poucas são as mulheres que tem a coragem de separar sabendo que o nível vai cair. Outras conseguem um acordo judicial que lhes garante alguma coisa. E pouquíssimas conseguem manter um bom entendimento com o ex, que por sua vez é desapegado e continua mantendo um padrão alto para a ex.

Esses homens por sua vez, se adaptam a essa situação e também não se separam, saem bem cedo de casa, voltam bem tarde pra casa, tem amante e bebem quase que diariamente. Mas acima de tudo continuam sendo provedores.

Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

//]]>