Depois daquele beijo.
junho 27, 2019
Mulheres travadas.
agosto 22, 2019

Coragem.

ARTWORK by LUCY JANE PURRINGTON

Na vida é uma constante tomar decisões diárias. Muitas decisões, pequenas, médias e grandes e as vezes até decisões que não tomamos. Muitos, e bota muitos aí, se acovardam e não conseguem, ficam em cima do muro ou aguardando o que vai acontecer. Alguns dizem que é do signo astral, outros falam que é fraqueza, muitos tem medo de errar e finalmente pessoas falam assim: ‘Deixa estar pra ver como é que fica’.

Esta falta de pulso me irrita profundamente e admiro muito gente (cada vez menos) que tem coragem de decidir e fazer o que precisa ser feito.

Ter coragem não precisa de preparação, é intuitivo . As situações se colocam na sua frente porque é para você tomar a decisão. Aqui não estamos falando de decisões profissionais (mas até estas precisam de coragem e determinação), falo do nosso universo que você leitor(a) já está acostumado. Decisões do coração, do sentimento, do amor. E quando erramos podemos sofrer ou fazer sofrer alguém que gostamos bastante.

Erros e perseverança são duas palavras que se encaixam perfeitamente aqui. Errar faz parte do jogo, algumas decisões precisam de solução imediata e outras podem aguardar um pouco. Perseverar é importante, tome a decisão e aguente firme, persista, num primeiro momento pode não ter o resultado desejado. Mas se errar tenha a coragem de aceitar o erro e mudar a decisão. Pequenos erros podem causar grandes estragos.

Mas o pior de tudo é se abster, desaparecer e não tomar decisão nenhuma.

Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

//]]>