abril 28, 2016

Solidão

Depois de passados alguns muitos anos, quando você já vivenciou grande parte das situações existentes, acaba se deparando com um caminho duplo onde ou cria uma grande casca e fica insensível a tudo ou cai num outro caminho esperançoso, no qual ainda podem se apresentar situações de sonho e realidade e onde a sua derme vai […]
abril 21, 2016

Quem quer um cara decente.

No meio da reunião, ela mandou essa: ‘Quem quer um cara decente?’ O silêncio imperou por alguns instantes, mas, uma vez absorvida a pergunta, voltaram a conversar. Ressalte-se que todas ali eram solteiras, algumas desiludidas, outras nem tanto. Um segundo grupo de pessoas na varanda também silenciou sem saber por que e mais umas três pessoas […]
abril 14, 2016

O velho não morreu.

Muita gente saudosa das crônicas do ‘velho’ vêm me perguntando por que não escrevo mais sobre ele e outros temas que o acompanhavam. Expliquei que era um tema do passado, um assunto que já tinha sido esquecido e enterrado. Não adiantou, a pressão é grande e me vi, quase que obrigado a cronicar (Opa! Acho que […]
abril 7, 2016

Conto de falhas.

Parece que tem algo trocado nesse título. Só que não, está certo mesmo, onde você acha que seria fadas é falhas mesmo. Essa é a história de Juliana que, depois de 25 anos de casada, enviuvou. Foi parceira e cúmplice, mas de nada adiantou, sempre esteve sozinha. Juliana está viúva há dez anos e continua desacompanhada, […]
//]]>