fevereiro 25, 2016

Finalmente virei mulher.

Tantos conheci, tantos namorei que perdi a conta. Com alguns casei e até tive uma filha; pude experimentar a maternidade, melhores anos. Mas nada ficou nem me transformou. O tempo passou e ainda me sentia uma menina: falava como uma menina, pensava como uma menina e, consciente e inconscientemente, eu era uma menina.   Não havia […]
fevereiro 19, 2016

Promessa vazia.

Ela apareceu na minha vida, assim como quem não quer nada, com aqueles papinhos meio desinteressantes, mas constantes, diria até diários. Um dia fala do tempo, no outro deseja um excelente dia, já no outro pergunta se eu conheço uma oficina legal pra recomendar e finalmente deixa transparecer que é divorciada e mora sozinha. E aí […]
fevereiro 12, 2016

A tal da felicidade.

Lembrando a música do Gonzaguinha, ‘A felicidade bate à sua porta’, eu já estava há tempos para escrever algo sobre a felicidade. Estava tudo pronto na minha mente, mas faltava uma pequena peça pra fechar o quebra-cabeça, e o momento também não era propício, e fui deixando de lado. Tenho centenas de assuntos sobre os quais […]
fevereiro 4, 2016

Here and now

    É uma expressão admirável, como se nada mais existisse só o presente, o agora, que deve ser vivido intensamente e sem contraordem, pois, pensando bem, é só o que existe mesmo.   Quando escutei pela primeira vez, veio de uma pessoa sem credibilidade e meio aloprada e não dei atenção. Engraçado isso, partindo de […]
//]]>