As pessoas vivem de aparência.
fevereiro 8, 2013
Conquistador.
fevereiro 15, 2013

15 anos é muito?

15 anos é muitoEla uma pin up, recém lançada na mídia, quase entrando na TV, aparecendo em colunas sociais, é isso mesmo, ainda existiam colunas sociais nos jornais, hoje são redes sociais. Um futuro tão belo pela frente quanto seu corpo. Vinha do subúrbio o que não a desqualificava em nada, bem vestida e bem arrumada era como ela aparecia no momento. Uma festa aqui, um convite para um camarote na avenida ali, e finalmente uma ponta na novela das seis, nada mal, o deslumbramento era visível, mas era isso mesmo que ela queria,não sei se ela tinha um plano, ou se deixava ir para onde fosse levada, como uma onda no mar. Agora já aparecia nas revistas, pequenos editoriais de moda e alguns comerciais e acabou conhecendo um figurão da TV, pouco depois se casaram e ela deslanchou.

Existia uma diferença de 15 anos mas isso não era problema naquele momento, continuaram, ele era louco por ela, não tinham filhos, ela não sei se era louca por ele. O casamento continuava mas as coisas começaram a mudar de figura quando ela começou a rejeita-lo, reclamando de tudo, numa acomodação gigantesca, ela parou de trabalhar, já não sabia o que era trabalho a muito tempo e para complicar engordou. Tinha crises homéricas e a todo momento mandava ele ir embora de casa, crises se instalavam, a paz voltava a reinar por pouco tempo e nova crise se instalava. Mais reclamações, chamava-o de velho, não se tocavam mais, gritava que ele era brocha e colocava-o pra fora de casa. Depois de mais de dez anos de casamento falido, ele sempre ajudando a família dela em todos momentos e ainda apaixonado, resolveu finalmente sair de casa. Bye bye foram suas últimas palavras, ela num primeiro momento riu, mas quando desabou, desabou mesmo, mas já era tarde. Ele conheceu uma mulher (outra) mais jovem do que ela, vivem muito felizes, ela(a nova mulher) não tem do que reclamar, vivem numa felicidade só. Ele se revigorou com a nova relação, e percebeu que não era brocha.

Enquanto nossa ex pin up conheceu a solidão,a insônia e a tarja preta.

Facebook Comments

3 Comentários

  1. Anonymous disse:

    Resumindo….ela se ferrou!!

  2. Anonymous disse:

    Isso é a coisa mais machista que eu já li na minha vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

//]]>